Quarta-feira, 24 de Outubro de 2007

A KATE MCCANN

Segundo li , parece que pretende abandonar a medicina para se dedicar a cuidar de crianças.

Devo dizer que me surpreende muito esta sua intenção, para mim, peregrina de todo.

Gostaria de saber as motivações para esta decisão.

São remorsos? ... É  conselho da vossa vasta equipa de assessores, neste caso, de imagem?... Que se passa por detrás dessa vossa fachada tão bem montada e respaldada até por Gordon Brown? A propósito será que ele se interessa tanto pelas 800 crianças desaparecidas em Inglaterra só nos primeiros vinte dias após o crime do Algarve como por Madeleine?

Não percebo como é que uma mãe que , para se ir divertir com amigos, dá sedativos a crianças tão pequenas abandonando-as durante horas num país estrangeiro se lembra agora de ir cuidar de crianças.

E ainda me é mais difícil compreender quando essa mesma mãe utliza duas crianças de tenra idade no circo mediático que provocou e as entrega a estranhos para andar a passear-se pela Europa, de mão dada com um pai que também não me convence.

Só espero que as pessoas  conservem algum bom senso e não deixem crianças sob a sua (ir)responsabilidade!!

Por agora, nada mais!

sinto-me: Estarrecida.
música/livro: Leonard Cohen-"Everybody Knows"
publicado por São Banza às 13:13
link do post | Que diz ? | favorito
25 comentários:
De gustavo chaves a 25 de Outubro de 2007 às 02:26
Pois é são, mas também não podemos culpá-la tanto agora, acho que sim, que é melhor que ela fique com as crianças do que elas sejam entregues a um esado inepto para serem "repassadas" à adoção!


De São Banza a 25 de Outubro de 2007 às 11:36
Não sei se percebi bem . Passo a explicar melhor o que tentei transmitir.
Relativamente às crianças filhas do casal, concordo ser mais adequado ficarem em família do que irem parar sabe Deus onde.
O que me parece incorrecto é a dualidade de critérios na avaliação da mesma situação e/ou do mesmo comportamento, isto é, se o casal fosse de classe baixa e sem ligações onde se escudar as crianças já lhe teriam sido retiradas por se considerar estarem em risco...enquanto neste caso nem negligência se refere num caso gravíssimo como é o de darem sedativos a crianças tão pequenas para se irem divertir, abandonando-as num país outro.
Quanto a crianças alheias, peço desculpa mas eu nunca entregaria uma criança àquele casal nem por horas.
Aliás, foi sintomático o ataque de fúria que McCann teve durante uma entrevista a um canal de televisão de Espanha. Quem me garante que o não teve face a Madeleine?!
Espero-te!
















Reflexão sobre o post

.Conheça-me melhor

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. NATAL

. FLORBELA ESPANCA

. A FERNANDO PEIXOTO

. JOGOS PARA-OLÍMPICOS 2008

. DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA

. QUEDA COM HISTÓRIA

. TEMPO DE REPOUSO

. " A CATEDRAL"

. INFORMAÇÃO

. ABRIL : LIBERDADE !

.Memórias

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds