Sábado, 29 de Setembro de 2007

A ALBINO LUCIANI

Completam-se hoje vinte e nove anos sobre a sua morte.

Deus sabe como esse nefasto e inesperado acontecimento me entristeceu. Como sabe também qual a verdade sobre a maneira como tudo aconteceu no interior do palácio do Vaticano.

Deixou de ser Albino  Luciani, patriarca de Veneza, em 26 de Agosto de 1978 para falecer como Papa João Paulo I  a 28 de Setembro, isto é, um escasso mês depois.

E, no entanto, o seu sorriso e a sua profunda humanidade aproximaram mais pessoas à Igreja Católica do que alguma vez aconteceu antes ou depois.

A sua vontade de mudar a corrupta e venal cúpula hierárquica era de tal modo forte que entregou ao cardeal Jean Villot,

Secretário de Estado, uma lista de nomes a afastar - sendo um deles o do próprio Villot.

Ora o Secretário de Estado, Paul Marcinkus ( arcebispo e responsável pelo envolvimento do Vaticano numa das maiores fraudes bancárias de todos os tempos) e outras criaturas do mesmo calibre não poderiam ficar indiferentes a este volte - face nada bom para os seu escusos negócios com ainda mais escusas personagens, como se percebe.

Aliás, desde o primeiro minuto da eleição que se adivinhava a mudança de atitude da instituição perante os problemas concretos das pessoas de carne e osso , ignoradas há séculos por um grupo de homens misógenos, sem lar e desligados da realidade circundante.

Consequentemente, o ser humano caloroso, honesto e aberto ao Outro, que calçara contra vontade as sandálias de Pedro morreu nessa mesma noite...

Que me perdoem as muitas e muitas pessoas decentes e capazes seguidoras do catolicismo, mas é minha convicção profunda ter sido o Papa-do-Sorriso pura e simplesmente assassinado por quem tinha capacidade e oportunidade de o  realizar.

Todos os comportamentos, no mínimo dúbios, do Vaticano apontam para algo de muito estranho : os aposentos foram limpos imediatamente, a autópsia foi categoricamente recusada,por mero exemplo.

A si, único Papa que me tocou o coração e manifestou desejo de seguir verdadeiramente os ensinamentos do Cristo, o meu respeito e a minha veneração!

Deus nos julgará a todos!!

sinto-me: PESAROSA
música/livro: " EM NOME DE DEUS" - DAVID YALLOP
publicado por São Banza às 18:47
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.Conheça-me melhor

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. NATAL

. FLORBELA ESPANCA

. A FERNANDO PEIXOTO

. JOGOS PARA-OLÍMPICOS 2008

. DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA

. QUEDA COM HISTÓRIA

. TEMPO DE REPOUSO

. " A CATEDRAL"

. INFORMAÇÃO

. ABRIL : LIBERDADE !

.Memórias

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds