Domingo, 30 de Setembro de 2007

O PERFUME DA MEIA - IDADE

Porque ter sentido de humor é prova de inteligência,
porque rir faz bem à saúde,
porque a meia-idade também tem a sua graça,
aqui vos deixo,
companheiros e companheiras de estado e geração,
um texto que espero vos proporcione momentos tão hilariantes como aqueles que me prorcionou a mim:
*MEIA-IDADE*
 
Sabes que estás a chegar à meia-idade quando
tudo dói e o que não dói não funciona.
 
Meia-idade é quando qualquer coisa que
sentes é realmente um sintoma.
 
Meia-idade é quando estás disposto a ceder o teu
lugar a uma senhora e não consegues.
 
Meia-idade: bem na hora em que te dás conta de que
está prestes a descer a ladeira os teus travões falham.
 
Meia-idade é quando quem te avisa para ires mais
devagar é o médico e não o polícia de trânsito.
 
Meia-idade é quando te debruças para apertar
os sapatos e te perguntas:
"o que mais eu poderia fazer enquanto
estiver aqui em baixo?".
 
Já chegou à meia-idade se o teu cachorro
te deixar pegar o graveto antes.
 
A gente chega à meia-idade quando fazer amor
nos transforma num animal selvagem: uma preguiça.
 
Meia-idade é quando a tua idade começa
a aparecer... na cintura!!.
 
Na meia-idade ainda sentes vontade mas
não te lembras exactamente de quê.
 
Meia-idade é quando sentes vontade de te
exercitar e deitas-te para esperar que passe.
Aliás na meia-idade o melhor exercício é a discrição.
 
Meia-idade é quando o teu médico te recomenda
exercícios ao ar-livre e tu pegas no carro e sais guiando
 com a janela aberta.
 
Na meia-idade jantares à luz de velas já não são
românticos porque não se consegue ler a ementa.
 
Meia-idade é quando uma pessoa começa a apagar
 a luzes por economia e não para criar um clima romântico.
 
Infância: época da vida em que fazemos caretas ao espelho.
Meia-idade: a época da vida em que o espelho se vinga.
 
Há três períodos na vida: infância, juventude e
"estás com uma aparência esplêndida".
 
Estás na meia-idade? Ânimo! O pior ainda está para vir!
 
Meia-idade é quando sabemos todas as respostas
e ninguém nos pergunta nada.
 
Meia-idade é quando deixamos de criticar a
geração mais velha e começamos a
criticar a mais nova.
Um grande abraço!
 
sinto-me: RINDO ATÉ ÀS LÁGRIMAS!
música/livro: " O LIVRO DAS IMAGENS" - RAINER MARIA RILKE
publicado por São Banza às 16:10
link do post | Que diz ? | favorito
10 comentários:
De morfeu a 30 de Setembro de 2007 às 21:07
Bom, isto da meia-idade...vamos lá viver com o que dispomos, dia a dia porque a meia-idade não carece de falta de imaginação...
Morfeu


De São Banza a 1 de Outubro de 2007 às 01:00
Viva!
Como diz a metateoria dos "ciclos de vida" todas as situações têm vantagens e desvantagens .
Só temos que ter a capacidade de nos virarmos, como dizem no Brasil...
Venha sempre!
Boa semana!


Reflexão sobre o post

.Conheça-me melhor

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. NATAL

. FLORBELA ESPANCA

. A FERNANDO PEIXOTO

. JOGOS PARA-OLÍMPICOS 2008

. DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA

. QUEDA COM HISTÓRIA

. TEMPO DE REPOUSO

. " A CATEDRAL"

. INFORMAÇÃO

. ABRIL : LIBERDADE !

.Memórias

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds