Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

NOVA POESIA DE RESISTÊNCIA

Vinha falar-vos de viagens: há oito meses atrás passei uns dias na Cantábria e nas Astúrias .Mais uma vez me maravilhei com a garganta que nos leva a Potes, indo desta vez até Fuente Dé . As montanhas negras, com neve salpicando as encostas, pareciam bolos de chocolate gigantes salpicados de acúcar , oferecidos à gula de viajantes incansáveis.Que é o meu caso!

Porém, "outros valores mais se alevantam"e, após a consumação de algo tão lesivo para quem labora como é a flexigurança, não posso deixar de partilhar convosco um exemplar poema da nova poesia de resistência do meu querido amigo João Carlos P.( homem de luta e sensibilidade).

No primeiro diploma,

Congelaram as progressões,

Acabaram os escalões,

E não dizemos nada.

No segundo diploma,

Aumentam o tempo das reformas,

Mexem em todas as normas,

E não dizemos nada.

No terceiro diploma,

Alteram o sistema de saúde,

Há um controlo amiúde,

E não dizemos nada.

No quarto diploma,

Criam-se informações,

Geram-se várias divisões,

E não dizemos nada.

No quinto diploma,

Passa a haver segredo,

As pessoas vivem com medo,

E nós não dizemos nada.

Até que um dia,

O emprego já não é nosso,

Tiram-nos a carne   fica o osso,

E já não podemos dizer nada.

Porque a luta não foi travada,

A revolta foi dominada,

E a garganta está amordaçada.

Mas, ontem, duzentas mil pesoas gritaram bem alto em Lisboa que ainda há quem lute!

 

sinto-me: Frustrada
música/livro: José Afonso-"O QUE FAZ FALTA"
publicado por São Banza às 12:21
link do post | Que diz ? | favorito
18 comentários:
De joaocarlos42@gmail.com a 20 de Outubro de 2007 às 09:22
Obrigado, São, mas devo fazer uma pequena correcção. O poema não é meu, anda por aí, na Net. Por isso, o seu a seu dono (que nem sei quem é).

Quanto ao resto, esta malandragem está a pedir algo mais do que palavras. A tanta violência, desumanidade e mentira, o povo só pode responder com igual capacidade de agredir. Isto não são governantes: são salteadores ao serviço do grande capital.

Um abraço

João Carlos


De São Banza a 20 de Outubro de 2007 às 12:35
Meu querido João Carlos, não há nada a agradecer.
Quanto a esta situação cada vez mais degradada e degradante, meu Pai dizia que, provavelmente, irá dar origem à terceira guerra planetária.
Há quem tenha anunciado o fim da História, imagine-se! Mas ela continua a desenrolar-se, claro.
Estou sentindo em relação à Europa o mesmo que senti relativamente à queda da ditadura de Salazar e Caetano: a queda é inevitável!!
E também depende de nós, obviamente.
Bom fim de semana|


Reflexão sobre o post

.Conheça-me melhor

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. NATAL

. FLORBELA ESPANCA

. A FERNANDO PEIXOTO

. JOGOS PARA-OLÍMPICOS 2008

. DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA

. QUEDA COM HISTÓRIA

. TEMPO DE REPOUSO

. " A CATEDRAL"

. INFORMAÇÃO

. ABRIL : LIBERDADE !

.Memórias

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds